Certificações Hereford e Braford ganham status internacional após assinatura de protocolo com a CNA

19881690961157
Og Arão Rubert, Luciano Terra, Carlos Sperotto, Gedeão Pereira, Fernando Lopa e Pedro Lopes

A Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) e a Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) oficializaram na tarde de ontem (9), na sede da FARSUL, o acordo de cooperação que viabiliza os Protocolos de Adesão Voluntária Carne Certificada Hereford e Carne Braford Certificada, pertencentes ao Programa Carne Pampa, da ABHB, no Sistema de Gestão dos Protocolos da CNA e na Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA – MAPA).

Logo Carne Certificada Hereford selo braford gif teste

O evento contou com a presença do presidente do Sistema Farsul, Carlos Sperotto, do coordenador técnico da CNA, Og Arão Rubert, do presidente da ABHB e seu respectivo vice, Luciano Terra e Pedro Monteiro Lopes, do CEO da Entidade, Fernando Lopa, além de representantes de diversas entidades ligadas ao setor e produtores de Hereford e Braford.

No primeiro momento, o coordenador dos Protocolos de Rastreabilidade do Instituto CNA, Juliano Hoffmann, esclareceu dúvidas sobre a Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA) e seus diferentes módulos. Desde o dia 28 de agosto deste ano, as novas regras de rotulagem para denominação de raças bovinas nas carnes brasileiras estão em vigor com o objetivo de garantir mais segurança e transparência ao consumidor e permitir a ampliação e conquista de mercados internacionais.

Na avaliação do presidente da Farsul, Carlos Sperotto, que conduziu a solenidade, a assinatura deste acordo de cooperação “é um grande passo na busca de mais qualidade e melhoria do rebanho, além da promoção da pecuária brasileira. É mais uma conquista do setor”, comentou.

12231502_10206988836452464_1776065118_nLuciano Terra, presidente da Entidade, comemorou a Certificação Hereford e Braford, que agora integra o sistema oficial do Brasil, o que garante o mesmo status das certificações internacionais, com equivalência a realizada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). “Ficamos agradecidos a todos que apoiaram a ABHB nessa jornada. Esse protocolo de cooperação nos dará a oportunidade de buscarmos uma diferenciação no mercado, mostrando toda a qualidade das raças Hereford e Braford”. A ABHB soma hoje mais de 270 mil matrizes no Brasil. A cada ano o setor de registro genealógico realiza cerca de 50 mil novos registros, num total de 300 associados espalhados pelo Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Brasil Central.

O vice-presidente da Farsul, Gedeão Silveira Pereira, reforçou a importância dos programas de certificação em desenvolvimento no país. “As associações de criadores tomaram para si essa bandeira de qualificação e padronização dos exemplares para pecuária de corte, e os resultados já podem ser vistos pelos campos do Estado. Os programas de certificação são de fundamental importância para ajudar nessa caminhada, para que a evolução seja ainda mais rápida”.

O que são os Protocolos de Sistemas de Rastreabilidade de Adesão Voluntária:

12207887_10206988836372462_1995627616_nO MAPA é a instituição oficial brasileira responsável por fiscalizar a identificação e certificação dos rebanhos nacionais de bovinos e bubalinos das propriedades participantes dos protocolos dos sistemas de rastreabilidade de adesão voluntária, que estabelecem um conjunto de regras e procedimentos cujas garantias são utilizadas como base para a certificação oficial brasileira de produtos cárneos.

Cabe, por lei, à CNA, a gestão dos protocolos de adesão voluntária, que visem embasar a certificação oficial brasileira, sendo necessário que a empresa interessada em fazer menção à raça bovina nos rótulos de seus produtos comerciais tenha protocolo aprovado entre a CNA e a respectiva associação representativa da raça no Brasil. Os protocolos firmados indicam as garantias que serão repassadas ao Serviço de Inspeção, que autorizará a menção de Carcaças das raças Hereford e Braford na rotulagem das empresas que cumpram os requisitos constantes nos protocolos.

Saiba mais sobre o Sistema Gestor dos Protocolos de Rastreabilidade de adesão voluntária da CNA aqui. 

Por Tatiana Feldens, reg. Prof. 13.654

Ascom ABHB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Translate »