Entrevista Exclusiva: Carne Hereford deve ser tratada como uma joia, diz Rogério Betti

zznprint-3916
Durante a 39ª Expointer, em Esteio

Nascido em uma família de açougueiros, Rogério Betti por muitos anos ocupou seus dias trabalhando no mercado financeiro. A correria do dia-a-dia o fez – para a nossa sorte – retornar às origens, trocando o terno e a gravata por avental e facão e inaugurar a deBetti, um açougue diferenciado em São Paulo, além de criar um evento destinado aos aficionados por carne, a Churrascada.

Hoje um dos maiores especialistas em churrasco no Brasil, Betti esteve no Rio Grande do Sul recentemente participando a convite da Associação Brasileira de Hereford e Braford da 39ª Expointer. Ele queria estreitar relações com criadores de Hereford e Braford, buscar carne de qualidade e vivenciar o dia-a-dia da Feira.

Nesta entrevista exclusiva para o Informativo Pampa Pampiano opinou sobre a mudança de comportamento do consumidor e garantiu que Porto Alegre está na rota da Churrascada. Conforme ele, comer carne bovina deixou de ser somente o ato de ingerir proteína para apenas se alimentar, passando a estar cada vez mais associado ao prazer.

Ou seja, a moda é comer menos e cada vez melhor. O desafio de todos os elos da cadeia conforme o jurado do BBQ Brasil, um reality show do SBT aos moldes do MasterChef, mas com churrasqueiros amadores, é garantir acesso a um produto diferenciado e de padrão superior, sem margem para uma surpresa negativa no prato.

Confira abaixo a entrevista na íntegra.

Tu tens um lema que combina muito com o pensamento da Carne Certificada Hereford: coma menos e coma melhor. Como surgiu este ideal de vida?

É algo que eu pratico, uma proposta que tem a ver com uma questão de consciência com o próprio corpo, focado na saúde e nas questões ambientais. Este consumo que tem hoje desvairado de carne é uma loucura. Prefiro comer menos quantidade e comer mais qualidade.

A Churrascada, hoje o melhor evento carnívoro do Brasil, busca oferecer ao amante de churrasco carnes de altíssima qualidade, com certificação e origem de procedência. É possível mesmo monitorar todas as etapas da cadeia de maneira direta, aproximando o produtor do cliente final?

Infelizmente acredito que é possível somente em nicho de mercado, pois olhando o consumo de carne como um todo acho difícil. É um trabalho, entretanto, que eu tenho procurado fazer. Me relacionar direto com o produtor e entender quais são as caraterísticas da produção, assim como acontece no vinho ou em outros produtos. Entender todas as questões de qualidade das raças e de manejo. Fazendo isso é possível monitorar e é o que eu tenho feito hoje: vou nas fazendas, compro animal do produtor, acompanho o abate e a desossa. Hoje eu tenho o domínio da minha carne. Realmente em larga escala acho mais difícil fazer isso, até por que custa caro fazer isso.

zznprint-1810Qual a importância da origem neste evento e na tua própria loja, inaugurada recentemente em São Paulo?

A importância é enorme já que a gente se propõe a oferecer carne de qualidade, por isso temos que procurar e encontrar agulha no palheiro. O perfil de carne que a gente procura, de altíssima qualidade com perfil mundial, infelizmente ainda é muito raro. No Brasil, 99,99% das carnes não atingem este alto nível de qualidade que a gente procura. Mas está crescendo bastante e o consumidor só tem a se beneficiar, uma vez que sempre será de nicho. Como nas outras commodities, também conhecidas como specialties, como no café, que representa de 3 a 4%, e no cacau de a 1 e 2%, creio que a carne também entrará nesta porcentagem, mas ainda estamos muito aquém de 1 a 2% de altíssima qualidade com perfil internacional sobre o total produzido.

Evento já reconhecido nacionalmente, que vem conquistando uma legião de fãs pelo Brasil a fora, a Churrascada nunca saiu do eixo Rio-São Paulo. O que falta para levar este megaevento para outras regiões do país?

Somos loucos para levar a Churrascada para outros lugares. Mas sabemos que é um evento complexo, que dá muito trabalho para entregar toda esta experiência que o consumidor tem. Mas sem dúvida nenhuma queremos estar em outros lugares e o Sul do Brasil, em especial o Rio Grande do Sul, é uma parada obrigatória para nós, assim como o Centro-Oeste e o Nordeste brasileiro. Começamos por aqui (Rio/São Paulo) por que é mais fácil para nós operacionalmente, e também por que conhecemos o público. Mas se preparem, a Churrascada estará chegando em Porto Alegre muito em breve.

Recentemente tu esteves no Rio Grande do Sul a convite da ABHB participando da Expointer, o maior evento agropecuário a céu aberto da América Latina. Como foi esta experiência?

bettiFoi a minha primeira vez na Expointer. Fiquei surpreso com o tamanho da feira, com a quantidade de pessoas que visitam a mostra, com a cultura, que é fortíssima, e com o valor que vocês dão para esta questão da qualidade. Eu fiquei muito bem impressionado mesmo e tenho muito interesse em voltar nos próximos anos, com certeza. Fiz bons contatos, foi só a primeira vez de muitas.

Fruto desta parceria, também surgiu a primeira participação oficial da Carne Hereford em um evento da Churrascada. Como foi a recepção do produto preparado pela talentosa Churrasqueira Clarice Chwartzmann?

Eu achei incrível a participação de vocês e ter uma bancada de Hereford para mostrar para as pessoas o que realmente tem de melhor em termos de carne, ainda mais feito com maestria pela Clarice Chwartzmann, que manja tudo de churrasco. Foi uma grande oportunidade para os apaixonados por carne experimentarem e degustarem algo que eles já ouviram falar, mas poucas vezes tiveram a oportunidade de experimentar, sendo preparado de uma maneira tão especial. Sem dúvida alguma acredito que a marca Hereford se fortaleceu bastante no epicentro dos seus consumidores, que são os carnívoros. Passaram por lá mais de mil pessoas apaixonadas por carne: com certeza fortaleceu o elo da marca com o consumidor.

Podemos vislumbrar novas parcerias entre a Carne Hereford e o deBetti daqui para frente?

Tenho todo interesse em ter aqui na minha loja raças de altíssima qualidade e sem dúvida nenhuma a raça Hereford é uma das que eu gostaria de ter recorrentemente aqui na minha loja. Acredito que podemos fazer uma parceria muito bacana e a minha loja pode ser uma vitrine para a marca Hereford, colocando a marca no seu devido lugar, como uma joia mesmo, é assim que deve ser tratada, expondo isso ao consumidor para que ele consiga ter a percepção de diferença entre uma raça e outra. Acho que assim tendemos a fazer uma parceria de alto nível, onde todos serão beneficiados, o produtor, eu e o consumidor. Buscando com isso cada vez mais produzir animais de alta qualidade e preço acessível, será sucesso garantido.

Por Tatiana Feldens, reg. prof. 13.654

Ascom ABHB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Translate »