Churrascada, o maior festival carnívoro do Brasil, é surpreendido pelo sabor da CCH

14183905_10209256115213016_7535632033035243128_n

Cerca de mil pessoas circularam no último sábado (3) pelo antigo moinho da família Matarazzo no bairro Brás, em São Paulo, vivenciando uma experiência única: um verdadeiro culto familiar à carne, ao fogo e à fumaça. Assim foi a quarta Edição da Churrascada, realizada com o apoio da Associação Brasileira de Hereford e Braford, através do Programa Carne Pampa, que esteve presente no evento pela primeira vez com costelas de janela 100% Certificadas Hereford sendo preparadas pela Embaixadora da CCH, a Churrasqueira Clarice Chwartzmann. Produzidas pelo Frigorífico Marfrig, foram enviadas a São Paulo pelo parceiro da Carnes do Sul.

Foram 150 quilos preparados com muito carinho e profissionalismo desde às 5 horas da manhã de sábado. E o desfecho não poderia ser melhor: em pouco mais de duas horas de atividade, as 25 peças de costela janela haviam esgotado. Muita curiosidade envolvida, público fascinado e encantado com o sabor da #CCH.

14202624_10209256116533049_2199806783470790029_n

“Melhor do que fazer a Churrascada, é fazer a Churrascada com Carne Certificada Hereford. Transformamos 150 quilos de costela Hereford em muito mais sabor. Foi muito mais satisfatório do que qualquer outra churrascada que já participei. A equipe está de parabéns, foi uma sinergia absoluta”, afirmou Clarice. Estiveram com ela Brunno Ardissone,  Maria Ines Dalmeida, Priscila Franzeck Barbosa e Rodrigo Severino.

Os responsáveis pelo evento são a Agência Haute, representada por Felipe Aversa, mais o açougueiro Rogério Betti e o chef Gustavo Bottino. Bottino estava animado com mais este sucesso alcançado e contou que quando ainda vislumbravam o evento imaginavam ele como uma grande festa junina. “Queríamos um ambiente familiar e descontraído. Acho que conseguimos”, admitia ele, para quem o diferencial do evento é a disputa do bem que se estabelece entre os diversos chefs que trabalham duro para surpreender o público presente.

Churrasco ancestral

O evento, que tem como essência o churrasco ancestral, é um verdadeiro festival para amantes da carne. No local, mais de 15 bancadas de diferentes e novos chefes trazendo novidades e um formato remodelado de churrasco. “Deu gosto de estar aqui presenciando a galera animada comendo Hereford. Inspirador e motivante”, admitiu Laura Bier, da Plataforma Roubadinhas, parceira da ABHB.  Ela viajou a São Paulo com o objetivo de conhecer o evento e tentar trazê-lo a Porto Alegre.

14265034_10209256118933109_75560102565347565_n

As carnes servidas tiveram diferentes modos de preparo. Além dos métodos já tradicionais da Churrascada (grelha, espetos no chão, tambores, rotisserie e parilla), a 4ª edição contou com dois novos métodos: smokehouse, uma casa de defumação de onde sairam charcutarias variadas preparadas por Edu Jarussi e firewall, parede de fogo onde Paula Labaki preparou o melhor do porco caipira.

Uma barraca exclusiva de vegetais, comandada por Élcio Oliveira, e outra de pão a caçador, feito por Moema Machado no fogo de chão, completaram o menu. Para beber, cerveja Budweiser, água e refrigerantes servidos à vontade. Na programação musical, dois palcos recebem atrações para animar a tarde: um com bandas de folk, blues e jazz e outro com moda de viola, garantindo muito sertanejo.

14237614_10153910212813333_8210716705613212221_n
Páris Piedade Neto, diretor de plataformas tecnológicas da Globo, participou da Churrsacada com o seu filho

Páris Piedade Neto, diretor de plataformas tecnológicas da Globo, contou que foi em todas as edições, sempre acompanhado do filho. “Está cada vez melhor, mais animado e mais gostoso”, confessou. Eles repetiram pelo menos três vezes a Carne Hereford. “Meu filho adora costela, é uma tradição e sempre que podemos cozinhamos juntos em casa. E esta está sensacional”, disse ele.

14249086_10209265262921703_1407077777_n
Carlos Bertolazzi, apresentador do SBT

Carlos Bertolazzi e Marcelo Neves, apresentador do SBT e membro da Ogrostronomia, respectivamente, também prestigiaram a banca da Clarice e da CCH parabenizando pelo sucesso da Carne, a primeira a encerrar as atividades.

“Estamos aqui desde às 5 horas da manhã”, contou Clarice. “Chegamos cedo para acomodar as carnes e garantir um fogo perfeito”. No preparo, apenas sal, carinho e muita paciência.

“Foi um longo relacionamento entre a carne, o osso e o fogo. O segredo é a altura e o tempo de cocção da carne. Trabalhamos 90% do tempo com o osso para baixo”, contou Clarice.

O evento teve picos de destaque e a Carne Certificada Hereford foi sem dúvidas um dos mais importantes e evidentes. As filas enormes e o público fazendo questão de repetir deram o tom do sucesso do evento.

Por Tatiana Feldens, reg. Prof. 13.654

Ascom ABHB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Translate »