CCH e CBC: entenda os impactos da certificação na vida do criador e do consumidor

12483295_10207334012641653_1374917007_o

Oficializou-se no início de novembro um acordo de cooperação entre a Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) e a Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) que viabilizou os Protocolos de Adesão Voluntária à Carne Certificada Hereford e Carne Braford Certificada, no Sistema de Gestão de Protocolos oficial do País. Fica proibido, assim, em todo o território nacional, a rotulagem de produtos cárneos, com nome de raças bovinas ou genéricas (como britânicas, zebuíno, etc), sem a devida autorização da Associação da Raça e o selo cadastrado no sistema CNA/MAPA.

Um feito histórico na promoção da pecuária brasileira, pois representa um grande passo na busca por mais qualidade e melhoria não só do rebanho, mas do produto final: a carne bovina. Nesta entrevista, o CEO da ABHB Fernando Lopa esclarece os impactos deste acordo na vida do criador e do consumidor.

12494357_10207334012801657_167531683_oQual o propósito do acordo firmado e qual sua operacionalidade?

Fernando Lopa: Este contrato de cooperação, firmado no dia 9 de novembro, na sede da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), viabiliza, em linhas gerais, a menção das raças Hereford e Braford na rotulagem dos produtos cárneos das empresas que cumprirem os requisitos dos referidos protocolos aprovados pelo MAPA. Sob a responsabilidade da CNA, o Sistema Gestor dos Protocolos de Rastreabilidade de adesão voluntária utiliza informações da Base de Dados Única (BDU) da Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA), para fazer o acompanhamento, verificação, validação e comprovação do cumprimento das regras ou requisitos estabelecidos nos protocolos. O pacto estabelece como será feito o envio de dados da certificação HB para o sistema da CNA.

No que ele melhora a vida do criador de Hereford e Braford no Brasil?

FL: O status alcançado pela nossa certificação é a garantia de uma demanda crescente pelas carnes das raças HB, com isso mais indústrias deverão aderir aos protocolos, o que abrirá para o criador novas opções de venda de animais para abate, com premiações que chegam até 10% acima do mercado, ou seja, criar HB trará maior rentabilidade ao produtor.

E quais seriam as vantagens geradas, em termos de comercialização do produto?

FL: Para a nossa Entidade, o aumento da demanda pela certificação com a retirada do mercado de carnes com rótulos que mencionam as raças Hereford ou Braford e até mesmo, raças britânicas, que não estejam enquadradas nos protocolos CCH ou CBC será um dos principais benefícios.

Logo Carne Certificada Hereford selo braford gif testeE com relação ao consumidor de carne bovina, de que maneira ele será beneficiado?

FL: O consumidor final será o maior beneficiário, pois terá disponível nas gôndolas dos mercados um produto de extrema qualidade e devidamente certificado pelo Serviço de Inspeção do Brasil, o qual observará todo o protocolo para identificar o produto como Carne Hereford ou Braford.

Por Tatiana Feldens, reg. Prof. 16.654

Ascom ABHB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Translate »